31 de março de 2012

Por que igrejas evangélicas estão por trás do maior grupo de apoio a Israel nos EUA?

Igrejas evangélicas estão por trás do maior grupo de apoio a Israel nos Estados Unidos. Mas o que está por trás desse apoio?

Anos atrás, o Living Word Christian Center (Centro Cristão da Palavra Viva), uma igreja evangélica de Minneapolis realizou sua primeira “noite de homenagem a Israel”, para que – nas palavras de Tim Burt, um pastor ligado à igreja – cristãos “demonstrassem seu amor e apoio a Israel e o povo judeu”.

Mas três líderes judeus locais foram até ele e perguntaram o que havia por trás daquele evento. “Eles tiveram muita dificuldade em acreditar que não havia outra motivação por trás disso, além do amor por Israel”, explicou Burt.

Como as coisas mudaram
Na última semana, Burt e um grupo de 130 evangélicos de Minnesota e do Texas passaram uma noite muito especial com o primeiro-ministro israelense Binyamin Netanyahu. “Obrigado por defender Israel,” disse o primeiro-ministro às 800 pessoas que haviam se reunido em Jerusalém para a conferência deste ano dos Cristãos Unidos por Israel (CUFI, na sigla em inglês), uma associação evangélica norte-americana pró-Israel.

29 de março de 2012

Papa conversa com Fidel

Ex-presidente Fidel Castro conversa com Bento XVI no encerramento da visita do papa a Cuba

Havana (AE) - O papa Bento XVI pediu ontem, no final da sua viagem à América Latina, maior liberdade para a Igreja Católica Romana em Cuba, durante uma missa assistida por centenas de milhares de pessoas na Praça da Revolução, no centro de Havana, na qual denunciou o "fanatismo" que tenta impor sua verdade sobre os outros. Após a missa, Bento XVI teve um rápido encontro com o ex-presidente cubano Fidel Castro, de 85 anos. O reverendo Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, descreveu como "muito cordial" a reunião entre os dois.
As críticas politizadas que o papa fez ao regime cubano foram um golpe quase direto ao governo, mas ele também pediu o fim do isolamento de Cuba, numa referência indireta ao embargo que os Estados Unidos mantém ao país caribenho há mais de 50 anos. "Cuba e o mundo precisam de mudanças, mas isso só acontecerá se cada um estiver na posição de buscar a verdade e escolher o caminho do amor, da reconciliação e da fraternidade", disse Bento XVI, observado ao longe pelo retrato de Che Guevara que domina a enorme praça.
Não está claro como a mensagem de Bento XVI foi compreendida pelos cubanos comuns. Apenas 10% da população da ilha se declara católica romana. Muitos disseram ter sido difícil entender o discurso do papa, cheio de referências a passagens da Bíblia. "Eu não entendi essa missa. Não fui educado nessas coisas e não sei nada sobre religião", disse Mario Méndez, um estudante de comunicação de 19 anos.

Bento XVI não citou o governo cubano diretamente, mas pediu no discurso às autoridades que dêem mais liberdade à Igreja Católica, como por exemplo a permissão de ensino religioso nas escolas e universidades - algo que é proibido em Cuba desde 1959. Analistas acreditam que o presidente cubano Raúl Castro poderá permitir algumas concessões após a visita papal - em 1998, após a visita de João Paulo II a Havana, seu irmão Fidel permitiu que o Natal voltasse a ser comemorado em Cuba.

O pontífice pediu a Raúl Castro que a comemoração da sexta-feira de Páscoa volte a ser permitida em Cuba. Raúl não respondeu mas prometeu pensar no assunto. Mais tarde, Bento XVI se reuniu com Fidel. Em um artigo publicado na imprensa local, Fidel Castro escreveu: "receberei com alegria sua excelência, o papa Bento XVI, como fiz com João Paulo II, homem cujo contato com crianças e pessoas humildes gera sentimentos de afeição. É por isso que decidi pedir alguns minutos de seu curto tempo quando soube, pelo ministro de Relações Exteriores Bruno Rodriguez, que ele estaria disposto a isso.
Asservatore Romano/AP/AE
Fonte

Nota: Em termos históricos, bíblicos ou proféticos é o momento do século, tal como foi o de João Paulo II com o governante polaco Lech Walesa. Voltaremos necessáriamente a este assunto.

A PROFECIA E O DESAPARECIMENTO DO SOL - A

O Sol vai desaparecer. As profecias bíblicas apontam para isso e os cientistas seguem na mesma direção em suas pesquisas. Apocalipse 22:5 afirma: “E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os alumia, e reinarão para todo o sempre”. Essa descrição do novo planeta restaurado após o milénio indica a ausência da estrela solar.

“Uma nova análise mostra que o Sol está mais ativo agora do que em qualquer outra época nos últimos mil anos. Cientistas baseados no Instituto de Astronomia de Zurique usaram pedaços de gelo da Groenlândia para fazer um perfil da atividade da estrela no passado. Eles dizem que no último século o número de manchas solares aumentou ao mesmo tempo em que o clima da Terra se tornou aos poucos mais quente”.(BBC)

Embora atualmente o Sol esteja na metade da sua vida e os cientistas afirmem que continuará a brilhar quase da mesma forma por mais 5 biliões de anos, hoje, após 4,6 bilhões de anos de brilho constante, mais ou menos metade do hidrogénio do núcleo, converteu-se em hélio. Mas quando todo o hidrogénio tiver acabado o Sol estará, na velhice, passando por rápidas mudanças. A medida que o núcleo começar a desmoronar, o Sol se expandirá rapidamente para cem vezes o seu tamanho atual, na etapa chamada de gigante vermelha, absorvendo Mercúrio e Vénus e destruindo a vida na Terra. De seguida o hélio do núcleo se fundirá de forma explosiva, destruindo o Sol ou tornando-se uma anã branca, do tamanho da Terra. Durante anos, a anã branca arrefecerá e tornar-se-á uma opaca anã vermelha e depois uma gélida e sem brilho anã negra.

Esta é a previsão na ordem natural dos eventos da estrela, mas o Deus Criador é quem governa o tempo e catalisa esses eventos para adequar aos seus interesses na história da terra. Como as atuais observações do Sol indicam um aumento de manchas solares e uma mudança nos padrões climáticos da Terra, o factor escatológico certamente determinará uma aceleração até a fase de “gigante vermelha” que pode acontecer durante o milénio culminando com a purificação do planeta descrita como “lago de fogo e enxofre” (Apoc. 20:10). Essa descrição cheia de simbolismo pode indicar “os céus, em fogo, se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão” que Pedro descreve na profecia ( II Pedro 3:12).

“Manchas solares vêm sendo monitoradas desde 1610, logo depois da invenção do telescópio. Elas são os mais antigos sinais observados por estudiosos da atividade do Sol. A variação do número de manchas solares revelou os 11 ciclos de atividade do Sol, assim como outras mudanças de prazo mais longo. Em especial, observou-se que entre por volta de 1645 e 1715 poucas manchas solares foram vistas na superfície do Sol (...) coincidiu com uma fase de prolongado clima frio a que se costuma referir como “Pequena Idade do Gelo”. Mas o detalhe mais marcante, segundo ele, é que, analisando os últimos 1.150 anos, vê-se que o Sol jamais esteve tão ativo quanto nos últimos 60 anos”. (BBC)

A intensa atividade do Sol, a “Idade de Gelo” e até mesmo o colapso da estrela, perfazem um quadro que não é estranho na profecia. Os elementos conflitantes como o ‘tempo’ e ‘modo’ como isso ocorrerão são obras da sobrenatural intervenção Divina nos eventos aqui da terra.

“Nas últimas centenas de anos, tem havido um firme aumento no número de manchas solares, uma tendência que tem se acelerado no século passado, justamente na época em que a Terra tem se mostrado mais quente”.(BBC)

Notícia Original

28 de março de 2012

Auto-intitulado “Jesus Cristo” afirma que marca da besta “666″ será a única forma de sobrevivência na terra

Com cerca de um milhão de seguidores ele diz que a marca da besta é mal interpretada pelos cristãos.

Muitos já ouviram falar de Jesus Cristo Homem, o líder espiritual da Crescendo em Graça, José Luís De Jesús Miranda que se apresenta como Jesus Cristo na Terra. Ele é tratado como “pai espiritual” e anuncia que a marca do 666 é a única forma de sobreviver no mundo.

Estima que ele tenha mais de um milhão de seguidores latino-americanos. Muitos deles já tatuaram o número da besta em seus corpos, pois de acordo com os ensinamentos de Jesus Cristo Homem esse número é mal interpretado pelos cristãos.

“A Bíblia diz que neste número há sabedoria, é um número de homem e da ‘besta’ que no vocabulário dos tempos antigos, era uma palavra usada para se referir ao homem,” explica o profeta que ainda conclui. “Então a profecia é que um homem, com certa sabedoria, viria explicar os mistérios que acabaria com a ignorância dos santos. Um homem, que com sua sabedoria governará as nações. O único capaz de fazer essas profecias é o próprio Deus.”

Nas suas recentes pregações ele afirma que os escolhidos, no caso, os seus seguidores tatuados, não precisam de se preocupar com a radiação vinda das usinas nucleares do Japão.

“A radioatividade não fará danos ao corpo dos eleitos do Reino 666… nossos corpos absorverão essa radioatividade já que a nossa vestimenta será feita de materiais como fogo, átomos etc … e material radioativo”, revelou.

“Enquanto a radiação produzirá a morte daqueles que não são selados com o 666, nada disso vai nos prejudicar”, garante Jesus Cristo Homem ele também diz que os “selados serão uma raça superior. “As pessoas hoje têm medo [da radiação], mas nós não. Afinal, é disso que nossos novos corpos transformados serão feitos – radioatividade e energia. Seremos seres poderosos.”

No site da Crescendo em Graça há uma contagem regressiva para que o líder espiritual deles seja “transformado”. Em 394 dias Miranda será visto com um corpo todo-poderoso.

Para ele é o cumprimento de uma profecia, pois José Luis “virá em fogo, e os seus carros, como um torvelinho, para tornar a sua ira em furor e a sua repreensão, em chamas de fogo” (Isaías 66:15). E todos aqueles que ousaram confrontá-lo ou duvidarem, terão de admirar sua onipotência e Esplendor, e sem dúvida, dirão: “Quem é semelhante à besta? Quem pode pelejar contra ela?” (Apocalipse 13:4)
Gospel Prime
Nota bíblica: "Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” (Mateus 24: 24)

27 de março de 2012

Um homem que mata e come corações e fígados.

Conhecido como o ‘serial killer canibal’, Alexander Bychkov escreveu um diário sobre os seus crimes, onde explica que se tornou um assassino em série depois da namorada o ter deixado por considerá-lo "um totó".

“Ela disse que eu era um totó e não um lobo. Eu mostro-lhe. Talvez ela deixe de queixar-se e perceba que sou um lobo solitário”, terá escrito o jovem, de 23 anos, segundo a imprensa russa.

Alexander Bychkov foi detido por roubo numa loja, mas acabou por revelar à polícia que tinha enterrado cadáveres no quintal da sua casa, em Belinsky, cidade a 630 quilómetros a sudeste de Moscovo. A polícia confirmou que foram descobertos corpos e admite que existam mais. “Foram encontrados seis corpos lá”, disse uma porta-voz das autoridades russas.

Um agente da Justiça russa revelou que Bychkov comeu partes dos corpos. “Sinais de canibalismo foram encontrados em alguns corpos”, admitiu.
Nota:
Talvez a psicologia trate este caso como uma paranóia ou “criminoso nato”. Talvez se explique como uma pessoa de baixa auto-estima ou o meio social. A namorada chamou-lhe “totó” e ele quis provar que era um “lobo”. Talvez a psicologia o considere um doente mental.
Eu não sei, só sei que este indivíduo não tem qualificativos. Só sei que isto não se faz. Sei que é este o mundo em que habitamos e que estes casos não são ocasionais, veja-se o que se passou em Toulouse e em tantos outros lugares do Mundo. Sei que este mundo ainda é governado pelo “príncipe deste mundo”. Sei que eles conscientemente se lançam nos braços do Diabo que os torna inconscientes. Sei que os lobos devoram os cordeiros na escuridão da noite, mas as manchas de sangue permanecem para os denunciar à luz do dia.
Eu creio nas palavras de Jesus em João 14:1-3 e, até que Ele venha pôr fim a este mundo de lágrimas, dor e morte, n´Ele esperarei.

26 de março de 2012

OBAMA QUEIMA A CONSTITUIÇÃO

Um presidente queimando a Constituição de seu próprio país. Se na história contemporânea ainda não existe nenhum caso conhecido pelo estilo, a arte já materializou essa imagem. O famoso artista norte-americano Jon McNaughton pintou um polémico quadro, intitulado Uma nação sob o socialismo, que mostra o presidente Barack Obama segurando a Carta Magna em chamas. Para o autor, este simbolismo tem muito que ver com a realidade dos EUA. Segundo McNaughton, os quatro anos de governo do atual mandatário foram marcados pela "ausência de liberdade e justiça para todos".
O objetivo do artista é provocar a discussão de ideias entre os expectadores, principalmente entre aqueles que se importam com o presente e o futuro de seu país.
Fonte
http://actualidad.rt.com/tiempolibre/cultura/issue_37746.html

Nota: desconheço se o pintor conhece as profecias bíblicas, no entanto, há que reconhecer que é um homem que conhece a situação do seu país. Se alguma vez uma imagem falou mais alto que mil discursos, esta pintura é isso que faz. Para um bom entendedor meia palavra chega!

21 de março de 2012

A NOVA ERA E O ECOLOGISMO

Mais uma terrível campanha de "evangelização" da Nova Era. Esta está cheia de boas "intenções", a finalidade é promover o ecologismo como religião, o filme Avatar sugere que quem não professar o radicalismo anticristão estilo Nova Era e não praticar o culto panteísta da “mãe terra” é necessariamente “mau”.
A finalidade do filme “Avatar” é promover ladinamente o ecologismo como religião.
Ele sugere que quem não professa o radicalismo anticristão estilo Nova Era e não pratica o culto panteísta da “mãe terra”, ou Gaia, é necessariamente “mau”.
O ardiloso método para veicular uma religião panteísta anticristã foi denunciado em várias publicações. Os “bons” do filme, ou “Na’vi”, são humanóides com rabo que se conectam com os animais que aparecem com figuras próximas às de certa antiga demonologia.
Eles reproduzem os cultos à natureza pregados pelo ecologismo radical e o missionarismo comuno-progressista.
Os ritos dos Na'vi foram tirados dos festivais hippies dos anos 70.
Os humanos aparecem como uns exploradores “maus”, exterminadores da vida e da natureza por razões comerciais.
O filme representa o dogma oficial de Hollywood de uma religião sem Deus e sem moral.
“Avatar” reproduz num cenário muito diverso a mesma mensagem do filme hoje desprestigiado de Al Gore “Uma verdade inconveniente”: o homem é ruim e destrói a natureza.
Numerosas cenas têm significado político anticapitalista, antiguerra e de ódio aos EUA.



“Os leitores de ficção estão condescendendo com um mal que destrói a espiritualidade, eclipsando a beleza da Página Sagrada. Cria uma nociva estimulação, desperta a imaginação, incapacita a mente para a utilidade, desvia o espírito da oração, tornando-o inapto para qualquer exercício espiritual.
Deus tem dotado muitos de nossos jovens com superiores aptidões; mas demasiadas vezes têm eles enfraquecido suas faculdades, confundido e debilitado a mente de tal maneira que, por anos, não têm feito nenhum progresso na graça ou no conhecimento das razões de sua fé, devido a sua pouco sábia escolha de leituras. Os que estão aguardando a próxima vinda do Senhor, esperando aquela
maravilhosa transformação, quando "isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade" (I Cor. 15:53) devem, neste tempo de graça, encontrar-se num mais elevado plano de ação.”
Mensagens aos Jovens, p. 272
Tinha visto publicidade ao filme Avatar e congéneres e tinha perfeita consciência da origem de tal matéria. Não tinha consciência que hoje, esse material está adaptado a todos os escalões etários.
Se não tem valores na sua vida, tudo bem. Se tem, tenha em atenção onde estão os seus filhos!

18 de março de 2012

Clooney fala da importância do trabalho cristão na crise humanitária no Sudão

O ator George Clooney, conhecido pelos filmes da série “Onze Homens e um Segredo”, e que foi indicado ao Oscar de melhor ator este ano, está usando sua fama para denunciar recentes abusos de direitos humanos no Sudão, no continente africano.

Clooney voltou de uma viagem ao Sudão esta semana para documentar os casos de ataques com bombas, aldeias incendiadas e os assassinatos étnicos, incluindo uma população cristã, contra as pessoas que vivem perto da fronteira do Sul do Sudão.

Ele realça a importância do trabalho de grupos humanitários cristãos na prestação de cura e alívio nas crises no país.

O ator está a incentivar os legisladores no Capitólio (centro legislativo dos Estados Unidos) para aumentar a pressão sobre o norte, predominantemente muçulmano, para acabar com o que ele chama de ”crimes de guerra”.

Em uma entrevista à CBN News, Clooney disse que os ministérios cristãos desempenham um papel fundamental em ajudar aqueles que sofrem.

“Eles lideram o trabalho um monte de vezes aqui”, disse o ator. ”Quando estávamos em Darfur, muitas pessoas de fé trabalhavam muito duro para isso”.

“Então, de certa forma eu estou tentando honrar de qualquer forma que eu possa no trabalho duro que eles fazem, porque eu sou um grande fã de todo o trabalho que está sendo feito”, acrescentou. ”E as pessoas realmente colocam os seus corações nesse trabalho”.

Clooney se reunirá quinta-feira com o presidente Obama e a secretária de Estado Hillary Clinton para discutir a atual crise humanitária no Sudão.
Fonte

Pensamento: “ A maior necessidade do mundo hoje é de cristãos com maturidade espiritual, que não somente tenham professado a sua fé em Cristo, mas que vivam essa fé cada dia.” Billy Graham

16 de março de 2012

Padre que chamou a protestantes de otários

O padre Paulo Ricardo de Azevedo Junior, que causou controvérsia ao fazer um sermão que foi postado no You Tube chamando os protestantes de “otários” poderá ser afastado de sua funções.
Um pedido de afastamento feito por outros 27 líderes religiosos católicos foi protocolado junto à Mitra Arquidiocesana e à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).
Os colegas alegam que o padre Paulo Ricardo vem ofendendo e denegrindo a imagem dos párocos locais utilizando-se de sermões austeros e ofensivos contra os sacerdotes, segundo o Mídia News.

Um dos pontos-chave que levaram ao descontentamento dos colegas de clero foi no evento “Vinde e Vede”, em Cuiabá, tradicional encontro católico realizado no Período de Carnaval.

Em uma de suas palestras, o padre Paulo Ricardo disse que padres estariam sido tomados pelo ‘espírito mundano’.
“Quantos padres foram tomados completamente pelo espírito do mundão. Tá entendendo? Caíram no mundão, no mundo (…) Quer dizer que estão no mundão, tão na festança, tão no pecado. Não querem mais ser padres. (…) Querem ser iguais a todo mundo. Padre que quer ser igual ao mundo!”, afirmou o clérigo na palestra que foi difundida na internet por meio das redes sociais.

Ele ainda levantou outro ponto, do fato de muitos padres de Cuiabá não mais usarem a batina como traje permanente. “Vejam: Nossa Senhora está dizendo que a Igreja tá sofrendo um calvário. E por quê? Porque entrou dentro da Igreja o espírito do mundo. E entrou como? Entrou por causa de padre! Por causa de padre que não é padre! Por causa de padre que não honra a batina porque, aliás, nem usa a batina!”, vociferou o padre.
As afirmações levaram os outros líderes religiosos a classificarem-nas de levianas e ofensivas. Para os colegas, o padre se coloca no lugar de Deus e julga centenas de religiosos que dedicam sua vida à igreja católica, espalhando com isso a discórdia.
“Colocando-se talvez no lugar de Deus, Padre Paulo Ricardo de Azevedo Júnior julga e condena inúmeros irmãos no sacerdócio que levam vida ilibada e que são reconhecidamente compromissados com o Evangelho, com a Igreja e com o Reino de Deus. Ele espalha discórdia e divisões desnecessárias e prejudiciais ao crescimento espiritual do clero e do povo de Deus”, relata o documento.

O arcebispo de Cuiabá, dom Milton Santos, ainda irá decidir se acata ou não o pedido de afastamento das funções requerido por seus pares.
Veja novamente o vídeo em que o padre falou sobre os protestantes:

O DIA E A HORA NINGUÉM SABE...

O presidente sírio, Bashar Al Assad (D),
se reúne com o enviado da Liga Árabe
e da ONU, Kofi Annan, em Damasco,
em 10 de março de 2012 (AFP/Arquivo)
O regime sírio já respondeu às propostas de Koffi Annan, mas o enviado especial das Nações Unidas e da Liga Árabe não ficou esclarecido. Annan "tem perguntas e está à procura de respostas", afirmou em Genebra o seu porta-voz, Ahmad Fawzi. Mas Annan diz também que o tempo está a esgotar-se e que "não podemos deixar que esta crise se arraste." Um relatório da Amnistia Internacional acusa o regime de Damasco de crimes contra a humanidade e de torturar detidos na repressão do último ano.

Intitulado "Queria Morrer", o relatório baseia-se em testemunhos recolhidos no mês de fevereiro na Jordânia, junto de dezenas de sírios que conseguiram sair do país.
Mais de nove mil pessoas, na maioria civis, 
foram mortas na Síria desde o início,
há um ano, de uma revolta popular 
violentamente reprimida pelo regime
de Bashar al-Assad, indicou hoje uma 
organização não-governamental síria.
"Os testemunhos que ouvimos dão a perceber de forma perturbante um sistema de detenção e interrogatório que, um ano após o início dos protestos, parece ter como objetivo primário degradar, humilhar e silenciar as vítimas através do terror", afirmou Ann Harrison do programa da Amnistia para o Médio Oriente e Norte de África.

Os testemunhos recolhidos "são ainda mais provas de que a tortura e outros maus tratos formam um ataque generalizado e sistemático contra a população civil", atesta o documento da Amnistia, que detalha vários métodos de tortura aplicados aos presos, incluindo a crianças.
Graça Andrade Ramos

Nota: “Assim também vós, quando virdes sucederem estas coisas, sabei que já está perto, às portas. Na verdade vos digo que não passará esta geração, sem que todas estas coisas aconteçam. Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão.” Marcos 13:29-31

14 de março de 2012

12 de março de 2012

Considerados “satanistas” jovens emos e gays são mortos a pedradas

Considerados “satanistas” jovens emos e gays são
 mortos a pedradas
Nas últimas três semanas, 14 jovens foram apedrejados até a morte em Bagdad como parte de uma campanha de militantes xiitas contra adolescentes que se vestem como “emos”.
Os radicais muçulmanos distribuíram listas identificando mais jovens marcados para serem mortos, caso não mudem o estilo de suas roupas.

As mortes começaram depois que o Ministério do Interior do Iraque chamou atenção, mês passado, para a cultura “emo”. Para as autoridades religiosas, esse é um tipo de “satanismo” e ordenaram que a polícia comunitária combata essa nova moda dos jovens.
O folheto distribuído em bairros xiitas traziam 24 nomes de jovens marcados para morrer. “Nós alertamos vocês e todos os homens e mulheres obscenos. Se você não mudar esse comportamento sujo dentro de quatro dias, a punição de Deus descerá até você pelas mãos dos Mujahideen”.

8 de março de 2012

DOCUMENTÁRIO SOBRE OS ABUSOS SEXUAIS - CHOCANTE!

Crimes Sexuais e o Vaticano padres pedofilos parte 1



Atrás da Sacristia, o segredo. Uma imagem perturbadora. Sexo, intrigas e poder na Igreja Católica. O altar e o crucifixo como testemunhas. Mentes traumatizadas. Lembranças que persistem. Pesadelos intermináveis. O ensino sagrado, evangelho e a formação do caráter de jovens. Pretexto para se aproximar de meninos que achavam que ser coroinha era o caminho mais curto até Deus? O verdadeiro caminho do calvário. A inocência negada proibida violentada. Conexão Repórter com Roberto Cabrini exibiu essa reportagem investigativa sobre pedofilia na Igreja Católica mostrando casos de padres em Arapiraca, segunda maior cidade de Alagoas e umas das principais cidades do Nordeste. Os padres foram acusados de assediar coroinhas e um deles conseguiu filmar em flagrante o momento em que o Monsenhor praticava sexo com um deles. Monsenhor Luiz Marques faz sexo com um coroinha num dos vídeos Ao chegar a Arapiraca, Roberto Cabrini informou que encontrou Fabiano, o rapaz que aparece mantendo relações sexuais com o padre no vídeo. As surpresas estavam apenas começando! O jovem Fabiano, que hoje está com 20 anos, declarou que conheceu o padre quando começou a ser coroinha na igreja, quando na época tinha apenas 12 anos. Desde então, Fabiano declarou a produção do Conexão Repórter, que foi assediado sexualmente pelo padre. Flagrante do Monsenhor na hora do ato sexual Com as declarações do jovem Fabiano, outros foram localizados e com eles veio a confirmação do envolvimento de outros padres no “escândalo da igreja”. Entre os jovens que foram localizados, está um menor de 11 anos, que também confirmou as acusações, afirmando que foi assediado por outro padre da região, Edilson Duarte, que atualmente é o administrador paroquial da Igreja Catedral de Nossa Senhora do Bom Conselho. A cidade acordou decepcionada com atos do principal Monsenhor da cidade e dos outros padres citados na reportagem. O assunto foi manchete em todos os jornais, rádios e portais de notícias em todo o Estado. A promotoria abriu um inquérito sobre o caso. A matéria mostrou ainda o advogado dos padres e o contador coagindo e ameaçando as vitimas. O jornalista Roberto Cabrini com sua equipe filmou tudo com câmeras escondidas e gravou todas as conversas. Mais uma vergonha para a Igreja Católica.
Crimes sexuais e o Vaticano padres pedofilos parte 2

SATANÁS USA A MENTIRA DA PEDOFILIA CONTRA O PAPA BENTO XVI

Os ataques contra o Papa Bento XVI devido ao grande números de acusações contra padres pedófilos são sugestões de Satanás -- afirmou o sacerdote e famoso exorcista Gabriele Amorth.
Amorth, um dos mais famosos exorcistas do mundo, disse à rede de televisão News Mediaset, que "não existe dúvida alguma" que os ataques da imprensa internacional ao Pontifíce nos últimos dias "foram sugeridos pelo demónio", já que se trata de um papa maravilhoso, digno sucessor de João Pablo II.
Ele acrescentou que o demónio utiliza os padres para atacar a Igreja, pois odeia-a de morte por ser "a mãe dos santos".
O exorcista disse recentemente que o diabo está dentro do Vaticano e, embora seja difícil encontrar provas, há cardeais que não acreditam em Cristo e bispos relacionados com o demónio.
Amorth assegurou há anos que João Paulo II realizou em 2001, na praça de São Pedro do Vaticano, um exorcismo para tirar o diabo de uma rapariga que participava numa audiência geral.

7 de março de 2012

"Anonymous" bloqueou site do Vaticano

foto AFP Photo

"Hoje (quarta-feira) o Anonymous decidiu bloquear a vossa web em resposta às doutrinas, às liturgias e a outros preceitos absurdos e anacrónicos que a vossa organização propaga e difunde ao mundo inteiro com o objetivo do lucro", lê-se em anonnews.blogspot.com, o blogue oficial de Anonymous.

O grupo alega que o bloqueio foi justificado pelos "numerosos" pecados que atribui à Igreja Católica: desde "ter negado teorias consideradas universalmente válidas ou plausíveis" até ser responsável "por ter reduzido à escravatura povoações inteiras, usando como pretexto a vossa missão evangelizadora", passando por ter lançado à fogueira livros de imenso valor literário e histórico ou "ter ajudado criminais nazis a encontrar refúgio em outros países e ter, assim, fugido à justiça internacional".

«Vocês têm imóveis e atividades comerciais no valor de bilhões de euros, sobre os quais têm fortes isenções fiscais», acusam os hackers, criticando também a tolerância do Estado italiano.
O grupo não deixa de citar os muitos casos de pedofilia que recentemente abalaram a Igreja Católica e a "ingerência" na vida social e pública, nomeadamente ao ser contra a utilização do preservativo e o aborto clínico. "Sois uns retrógrados, um dos últimos baluartes de uma época que, felizmente, passou e que está destinada a não se repetir", concluem.
O Vaticano reconheceu os ataques ao seu site (www.vatican.va) e informou que o problema está em vias de ser solucionado.foto AFP Photo

Nigel Farage no parlamento europeu - VER AGORA

6 de março de 2012

PARÓQUIAS ANGLICANAS NOS EUA UNEM-SE IGREJA CATÓLICA


Cerca de 100 paróquias anglicanas tradicionalistas dos Estados Unidos decidiram se unir à Igreja Católica em grupo.
Num encontro em Orlando, a House of Bishops of the Anglican Church in America votou pela entrada na Igreja Católica sob as linhas estabelecidas na constituição apostólica do Papa Bento XVI "Anglicanorum Coetibus" ("Grupos de Anglicanos"), segundo uma declaração do dia 03 de março.
A Igreja Anglicana dos EUA faz parte da Comunhão Anglicana Tradicional, um grupo de Igrejas que se separou da Comunhão Anglicana internacional em 1991. A Comunhão Anglicana Tradicional afirma ter 400 mil membros em todo o mundo.
A solicitação significa que 100 paróquias anglicanas dos EUA irão pedir uma recepção do grupo à Igreja Católica como um "ordinariato pessoal", uma estrutura semelhante às dioceses para ex-anglicanos que se tornam católicos.
As igrejas sob o ordinariato pessoal podem manter suas características anglicanas e grande parte de sua liturgia e práticas – incluindo o casamento de padres – enquanto permanecerem em comunhão com a Igreja Católica.
O arcebispo John Hepworth, da Austrália, primaz da Comunhão Anglicana Tradicional, e o padre Christopher Phillips, da paróquia Our Lady of the Atonement, uma igreja católica de uso anglicano em San Antonio, participaram do encontro, de acordo com a declaração.
A Igreja Anglicana nos EUA é o terceiro grupo de Igrejas anglicanas que respondem positivamente ao convite do Vaticano.
A primeira foi o ramo inglês da Comunhão Anglicana Tradicional, que compreende cerca de 20 pequenas paróquias e que, em outubro, começou o processo de integrar a Igreja Católica a partir da constituição apostólica.
A segunda foi o ramo australiano do Forward in Faith, um grupo tradicionalista que está em comunhão com as Igrejas anglicanas comuns. Em fevereiro, o Forward in Faith organizou o seu conselho de governo para dar os passos necessários para que 16 paróquias se unissem à Igreja Católica.
O ramo inglês do Forward in Faith também está pensando em fazer um pedido para criar um ordinariato. A decisão final só deve sair depois de julho.
O bispo anglicano John Broadhurst estima que cerca de 200 paróquias anglicanas irão procurar se unir à Igreja Católica se o Forward in Faith decidir pedir um ordinariato.
Os bispos católicos da Inglaterra e do País de Gales estabeleceram uma comissão para preparar a recepção grupal das paróquias anglicanas. Liderada por quatro bispos que trabalham com a Congregação para a Doutrina da Fé, a comissão está examinando questões como a propriedade das igrejas, as vantagens e desvantagens da partilha de igrejas e os antigos contratos de arrendamento de algumas paróquias anglicanas.
fonte, mais informação

4 de março de 2012

INQUESTIONAVELMENTE, RUMORES DO FIM


Larry Flynt, conhecido como o rei da pornografia americana, informou, através do Washington Post, que oferecerá um milhão de dólares (cerca de 750 mil euros) em troca de «qualquer informação sobre escândalos sexuais ou corrupção» que envolva políticos ou outras figuras públicas.
«Informações sobre infidelidade, má conduta sexual ou corrupção» enfim qualquer assunto que a pessoa em causa tivesse interesse em manter longe da esfera pública é bem-vindo e motivo de recompensa, «depois de verificada a veracidade das acusações».

Não é a primeira vez que Flynt faz anúncios do género, ele que é o fundador da revista Hustler, e o particular foco em personalidades políticas justifica-se com o ciclo eleitoral americano: decorrem nesta altura as primárias para decidir quem concorre à Casa Branca.
20:39 - 04-03-2012

Nota: inquestionavelmente, rumores do fim.

FBI: Cibercrime pode tornar-se tão perigoso como grupos terroristas - Escala Mundial

O diretor do FBI considera que a ameaça vinda dos cibercriminosos é comparável à de grupos terroristas como a Al Qaeda
"O terrorismo permanece a nossa principal preocupação, mas num futuro não muito distante antecipamos que a ciberameaça representará o maior perigo para o nosso país", afirmou Robert Mueller em São Francisco.
"Atualmente, os terroristas não usaram a Internet para lançar um ataque a larga escala, mas não podemos subestimar as suas intenções", avisou o diretor do FBI.
Depois do ataque do 11 de setembro, o FBI investiu na formação de forças de combate ao terrorismo, a par com outras agências governamentais, ramos militares e organizações de autoridade local.
O FBI possui mil agentes e analistas dedicados ao crime pela Internet, de acordo com Mueller.
Nota: Há anos (1993) um bancário suiço foi preso. Qual o crime? Com o seu computador retirava por dia um franco suiço da conta dos clientes e transferia para a sua conta pessoal. O homem tornou-se famoso! Hoje em dia, isso é uma história para rir, o que se teme é que um qualquer indivíduo "transfira" o armamento postado nos Estados Unidos e em todas as bases que este país tem espalhadas pelo mundo, contra todos os países. Já imaginaram! Bom, a Bíblia não prevê nada disto e Deus não o vai permitir, no entanto, o dia em que Jesus virá "disparar" contra os pés da estátua está muito perto, mesmo muito perto. Se ainda não fizeste o teu estudo das profecias é tempo. Quem te avisa teu amigo é. Abraço.

3 de março de 2012

Artigo polémico afirma que recém-nascidos não são pessoas e podem ser mortos

Dois investigadores, um italiano e uma australiana, defendem nas páginas do Journal of Medical Ethics (JME)- uma conceituada publicação da área da medicina - a ideia de aborto pós-parto. De acordo com Alberto Giubilini e Francesca Minerva, do ponto de vista moral, matar um recém-nascido, em nada difere de praticar um aborto.
Os investigadores das universidades de Filosofia de Milão e de Melbourne argumentam no artigo 'After-birth abortion: Why should the baby live?' ('Aborto pós-parto: Porque deve o bebé viver?') que um feto e um recém-nascido são dois seres «moralmente equivalentes», na medida em que ambos estão num estádio em que apenas têm o potencial para se tornarem pessoas. Como nenhum dos dois possui consciência, as mesmas razões que justificam o aborto sustentam o infanticídio.
No resumo da sua exposição explicam que «o aborto pós-parto deveria ser possível em todos os casos em que o aborto o é, e explicitam: «Inclusive quando não há malformações no feto».

Os especialistas em ética médica sustentam, no entanto, que o aborto pós-parto não é uma alternativa ao aborto («realizá-lo nas primeiras semanas da gravidez é a melhor opção», escrevem), no entanto, acrescentam que «se, depois do nascimento, se detectasse alguma doença que não tivesse sido identificada durante a gestação, ou as circunstâncias económicas, sociais ou psicológicas necessárias à educação de uma criança não estivessem reunidas» as pessoas deveriam ter a opção de não ficarem obrigadas criar a criança.

Ameaças de morte
O texto académico foi analisado por órgãos de comunicação social em todo o mundo - desde os britânicos The Telegraph e Daily Mail, passando pelo espanhol El Mundo -, a sua divulgação provocou já a indignação na Internet e os dois académicos estão a ser alvo de ameaças de morte.

Minerva, investigadora em Oxford e Melbourne, explicou ao Daily Mail que a tese foi retirada do seu «contexto teórico e académico» e explica que apesar de, no texto, defender que os recém-nascidos são não-pessoas - por não possuírem consciência da sua própria existência - não teve intenção de defender que se implemente o 'aborto pós-parto'.

O editor do JME, o professor Julian Savulescu (director do Cento Uehiro de Oxford para a Ética Prática) viu-se obrigado a, em 28 de Fevereiro, publicar no blog do JME um post em defesa dos autores e da própria publicação. Queixa-se de que as ameaças de que os autores, e ele próprio, foram alvo, essas sim são perigosas e constituem um acto de censura que «se opõe aos valores de uma sociedade liberal».

SOL http://sol.sapo.pt/inicio/Vida/Interior.aspx?content_id=42952

Nota: Pela delicadeza deste assunto - assumo sou anti-aborto - deixo uma pergunta que me parece pertinente. Qual a diferença entre matar um feto ou um pós parto?

2 de março de 2012

Orar nas ruas de Paris é proibido


Orar nas ruas de Paris é contra a lei, o ministro do Interior avisou que a polícia vai usar a força se os muçulmanos, e os de qualquer outra fé, desobedecerem a esta nova lei para manter os espaços públicos da capital francesa secular.

Claude Gueant prometeu a nova legislação seria seguido ao pé da letra Foto: AFP / Getty

Claude Gueant disse que a proibição poderia mais tarde ser alargado ao resto da França, em especial às cidades mediterrâneas de Nice e Marselha, onde "o problema persistir".

Ele prometeu que a nova legislação seria seguida ao pé da letra, pois "fere as sensibilidades de muitos dos nossos concidadãos".
"A minha vigilância será firme para que a lei seja aplicada. Rezar na rua não é digno para a prática religiosa e viola os princípios da laicidade, o ministro disse ao jornal Le Figaro.

Nota: Seria exagerado afirmar que este é um rumor do fim, parece-me lógico que as ruas não são na nossa cultura os lugares mais apropriados para uma multidão orar ou ter actos religiosos. Em comparação com o islamismo em que nem sequer é permitido que um cristão testemunhe da sua fé a um muçulmano e, se o fizer corre risco de vida, esta lei não passa de uma regra de defesa e de indicação que há lugares em que em comunidade se expressa a fé e lugares onde deve haver o respeito pelo outro.
Pode-se no entanto inferir que desta lei possa resultar um caminho para a interdição da expressão da fé tanto em público com em privado. Oramos para que assim não seja. No entanto, França é em termos proféticos simbolo da incredulidade e do desprezo da fé no Deus Vivo em detrimento da "deusa razão".

1 de março de 2012

A igreja está dividida? Os problemas de um povo que se transformou em milhares


Desde a Reforma Protestante, em 1517, o cristianismo passou a ser dividido entre católicos e protestantes, enquanto o primeiro grupo continua sendo liderado pelo Vaticano o segundo está a cada dia mais subdividido provocando guerras teológicas entre os evangélicos.

O fato gera muita discussão: por que há tanta divisão nas igrejas evangélicas? Os problemas seriam doutrinários, teológicos ou simplesmente por discussões entre líderes e liderados?

Cada caso é um caso, e não é possível numerar todas as divisões que os protestantes enfrentaram desde época de Martinho Lutero. Mas nos dias de hoje isso é tão comum que os membros não sabem o que fazer e no meio dessas “guerras” acabam se ferindo e deixando de frequentar alguma denominação.

Ou pior, são levados a desacreditar em certo ministério por orientação de líderes que se sentem intimados com a criação de novas igrejas. Recentemente o bispo Edir Macedo chegou a divulgar diversos vídeos onde pessoas supostamente endemoniadas faziam críticas severas ao apóstolo Valdemiro Santiago, que saiu da Igreja Universal e fundou a Igreja Mundial do Poder de Deus, e também aos seus pastores.

Para o pastor Paulo Siqueira essas divisões são desastrosas. “O avanço dessas divisões foi rápido e também desastroso, pois no meio neopentecostal nasceu à teologia da prosperidade, influenciada diretamente pelo consumismo e materialismo americano, teologia que cresce de forma desordenada, sem fundamentação consistente”, diz.

Mas para o pastor da Igreja Quadrangular a teologia da prosperidade é apenas um dos vários problemas gerados pela divisão das igrejas protestantes. Pois os valores da Reforma foram esquecidos e o imediatismo passou a nortear a fé das pessoas. “A espiritualidade dá lugar a uma materialidade só compreendida como consumo, pois Deus tem que ser materializado através das conquistas materiais”, revela.

Discursos distintos em uma mesma religião

Muitas dessas denominações acabam se afastando da Palavra de Deus e disseminam discursos totalmente contraditórios ao texto bíblico. Fato explicado pela hermenêutica, ou interpretação dos textos sagrados, conforme ensina o teólogo Dorival Guimarães.

“Há duas formas básicas de ler a bíblia: Da forma histórico-gramatical e da forma simbólica”, diz o professor do Seminário Teológico Batista Nacional explicando que na primeira “ler o texto bíblico como ele significou para o autor do mesmo, em sua época e contexto onde a autoridade da mensagem bíblica passa a ser do autor, o porta-voz de Deus”.

Já na forma simbólica o pregador decodifica “a mensagem escondida por Deus nos textos, onde a autoridade da mensagem bíblica passa a ser do intérprete”. E é aí que mora o perigo. “De uma forma geral essas igrejas são propagadoras de uma mensagem especial e de particular interpretação dada ao seu criador, onde a palavra do pastor tem mais autoridade que os escrito bíblico”, diz.

Em um dos vídeos divulgados pela IURD uma das pessoas entrevistadas, possuída por espíritos malignos, diz que os responsáveis pelas curas na igreja de Valdemiro Santiago são os demónios e o líder ainda dá ênfase a essa questão dizendo para as pessoas não acreditarem em igrejas que só pregam cura. Mas afinal, o Deus da Igreja Universal não é o mesmo Deus que é pregado na Igreja Mundial?

“Cada um criou sua Bíblia defendendo suas verdades. Para isso, anulam a história e a tradição da igreja, para que seus nomes se projetem acima de tudo”, opina o pastor Siqueira que lidera o movimento “Voltemos ao evangelho puro e simples”.

Em um dos vídeos publicados no blog do bispo Edir Macedo as críticas foram severas a Valdemiro, mas procurada sua assessoria não respondeu os insultos dos vídeos anteriores e em seu Twitter o fundador da Mundial apenas retuitou a mensagem que diz “Por favor não percam tempo ouvindo o que demónios dizem, ouça o que Deus tem a dizer, eu faço isso e sei que Deus está na @impd_oficial”.

Nota: A Igreja não está dividida, estas corporações religiosas estão desorganizadas, e não tem por lema a pregação do "Evangelho Eterno" de Mateus 24:14. Elas não fazem parte do "corpo de Cristo", Cristo não é o centro. A Igreja está unida por Cristo, Ele é a cabeça. Se quer ler onde está a Igreja, leia Isaías 8:20; Apocalipse 14:12 e deixe o Espírito Santo soprar sobre o seu coração como soprou sobre Nicodemos, Ele não engana. Em Jesus.

COREIA DO NORTE SUSPENDE NUCLEAR POR COMIDA. ATITUDE HERÓICA.

O novo líder da Coreia do Norte Kim Jong-Un
A Coreia do Norte aceitou suspender o seu programa nuclear e os Estados Unidos comprometem-se a fornecer ajuda alimentar. A informação foi hoje divulgada pela agência de notícias oficial da Coreia do Norte e pelo departamento de Estado norte-americano.
A decisão resulta das conversações que representantes dos dois países mantiveram na semana passada em Pequim.
A Coreia do Norte aceitou "uma moratória sobre os ensaios nucleares, os lançamentos de mísseis de longo alcance e as atividades de enriquecimento de urânio em Yongbyon e autorizar a Agência Internacional de Energia Atómica a fiscalizar a moratória sobre o enriquecimento de urânio", declarou um porta-voz da diplomacia à agência oficial norte-coreana KCNA.
Por seu lado, os Estados Unidos comprometem-se a fornecer 240 mil toneladas de alimentos e a avaliar uma ajuda suplementar. Segundo o regime norte-coreano, os norte-americanos aceitaram também avaliar o levantamento das sanções e o fornecimento de centrais elétricas à Coreia do Norte.
A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, saudou o anúncio, reagindo, contudo, de forma cautelosa. "Os Estados Unidos, digo desde já, continuam a ter profundas preocupações - referiu -, mas, por ocasião da morte de Kim Jong Il, afirmei existir uma esperança que uma nova liderança optasse por conduzir a nação na via da paz e de respeito pelas suas obrigações"
"O anúncio de hoje representa um modesto primeiro passo na direção certa", frisou.
Falando na Câmara dos Representantes, Hillary Clinton disse ainda que os Estados Unidos vão julgar o novo líder Kim Jong-Un pelas suas ações.
Combustível para seis a oito armas nucleares
Esta não é a primeira vez que a Coreia do Norte aceita parar o seu programa nuclear, mas anteriormente acabou depois por retroceder nessa decisão, reivindicando mais concessões e acusando os Estados Unidos de não cumprirem as suas obrigações.
O anúncio de permitir o regresso de inspetores internacionais surge no entanto como uma significativa concessão, após o fracasso de anos de negociações ter levado à sua expulsão e que o país tenha desenvolvido testes de engenhos nucleares entre 2006 e 2009.
O "New York Times" indica que os serviços de informação norte-americanos acreditam que a Coreia do Norte já dispõe de combustível suficiente para entre seis a oito armas nucleares.
A BBC refere que o compromisso agora estabelecido - dois meses após Kim Jong-Un ter sucedido o falecido pai na liderança do país - poderá abrir caminho para o reinício das negociações de desarmamento envolvendo seis países: as duas Coreias, Estados Unidos, China, Rússia e Japão.
Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/coreia-do-norte-suspende-nuclear-em-troca-de-comida=f708207#ixzz1nrzfM0IA
Kyodo/Reuters